• Reno Tavares

Treinamento de Comunicação Inclusiva na Prática

“Aprendemos como devemos nos comportar quando formos fazer uma entrevista ou ser entrevistadas”, afirma Zorionara Santos.

No Dicionário da Comunicação, organizado por Ciro Marcondes Filho, um dos conceitos de comunicação é: “A comunicação … realiza-se nos diálogos coletivos …onde o acontecimento provoca o pensamento”. Com essa intenção de fazer pensar, as participantes do Projeto Mulheres de Visão, participaram da aula de Comunicação Inclusa nos dias 28 de outubro a 01 de novembro na Escola Comradio.


Professor Iraildon Mota, segurando um microfone e atrás uma das participantes do projeto com a camisa Mulheres de Visão.

Os momentos foram de conhecimento e prática. As participantes do projeto conheceram as técnicas de entrevistas e como é feito uma notícia. As aulas foram ministradas pelo professor Iraildon Mota. De acordo com Iraildon Motao professor “Comunicação é um processo que alguém fala através de uma mensagem, atrás de um meio que diz alguma coisa e essa mensagem reverbera de tal forma que haja um retorno dessa informação”, afirma.  


Zirionara entendendo na prática a importância da Piramide Invertida.

Zirionara dos Santos , participante do projeto, comenta “que as aulas foram produtivas porque nós aprendemos como devemos nos comportar quando formos fazer uma entrevista ou ser entrevistadas. Fazendo perguntas claras e objetivas e também respondendo com clareza e sem fugir do assunto”, disse.


Na aula foi apresentada a Pirâmide Invertida, que é uma  forma  de estruturar as informações,  respondendo às perguntas:  Que?, Quem? , Quando? , Onde? , Como?, e Por quê?, conhecidas como Lead. 


Camila Hannah, entendendo como funciona a pirâmide invertida.

Para Camila Hannah, na aula elas conheceram as diferenças entre entrevista, notícias e como um comunicador deve agir. “Aprendemos os passos e técnicas para construir uma notícia. A pirâmide invertida busca construir notícias respondendo as perguntas do lead para assim evitar as fake News. É basicamente o norte que um repórter e um comunicador precisa para fazer um bom trabalho”, ressaltou a participante do projeto.

O módulo ainda terá uma visita técnica nos meios de comunicação da cidade para que as mulheres do projeto possam conhecer o dia a dia de uma redação. No término da disciplina as participantes do projeto vão participar de um espaço de diálogo com os profissionais da comunicação de Teresina.

3 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Spotify