Blog

Incluir tá na moda

Atualizado: Jun 9

A acessibilidade no setor pode proporcionar melhor experiência para milhões de brasileiros


Passear pelas lojas e procurar o que vestir para muitas pessoas é até terapêutico. Mas, pessoas com deficiência vão encontrar inúmeros desafios, desde o acesso às roupas nas araras das lojas, a escolha do que vestir e a prova da peça. A moda inclusiva é a solução para estes desafios. O mercado voltado para as pessoas com deficiência ainda é muito restrito em diversos segmentos. No mundo fashion, a moda inclusiva tem ganhado força, mostrando, inclusive, um modelo de negócio com um bom potencial de consumo.



Inclusão abre novo seguimento de mercado no mundo fashion

As soluções trazidas por essa demanda oferecem inovações na criação de suas peças, por exemplo, trazendo um design diferenciado que atende às necessidades de cada indivíduo. Traz também ajustes em botões, bolsos, elásticos para dar mais conforto a quem usa, e etiquetas com braile para pessoas com deficiência visual.


Como já citado no início, a inclusão é necessária desde a chegada na loja, na preparação de um ambiente que permita o acesso a roupas que normalmente são colocadas em expositores muito altos ou até mesmo a localização das peças por seção.


Mulher negra com cabelos crespos curtos. Usa óculos, blusa regata e lenço no pescço e sorri para nós.
Gracy Santos, especialista em moda inclusiva, ministrou formação para as mulheres do Projeto

Moda Inclusiva foi uma das formações mais empolgantes do Projeto Mulheres de Visão. Os debates sobre os desafios e oportunidades na moda com acessibilidade abriram diversas possibilidades e necessidades. As aulas foram ministradas pela paulistana, estilista e professora de moda, Gracy Santos, durante o período no mês de maio de 2021.






Com informações de Salon Line e Sebrae